BRB recebe pauta específica dos funcionários e dirigentes querem antecipar pri
quarta-feira, 14 de novembro de 2018.
A+
A-

BRB recebe pauta específica dos funcionários e dirigentes querem antecipar primeira rodada

25/08/2016


brbrecebepautaO Sindicato dos Bancários de Brasília fez, no último dia 22, a entrega à direção do BRB da pauta geral da categoria e da pauta específica dos funcionários para as negociações da Campanha Nacional 2016.

Clique aqui para ler a pauta específica 

As reivindicações gerais foram aprovadas na 18ª Conferência Nacional dos Bancários, realizada no final de julho, em São Paulo, e já estão sendo negociadas com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Já as demandas específicas foram aprovadas em assembleia ao final do seminário de delegados sindicais promovido pelo Sindicato no último dia 12.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Brasília, Eduardo Araújo, reiterou ao presidente do BRB, Vasco Gonçalves, o caráter nacional da campanha e a importância do banco em se comprometer a tomar como parâmetro mínimo para o acordo coletivo o que for pactuado com a Fenaban.

Vasco Gonçalves disse que a direção do banco está empenhada em construir um acordo positivo. Segundo ele, o BRB ainda não pode afirmar categoricamente que seguirá a Fenaban, mas a intenção de construir um bom acordo é um norte a ser seguido.  

O presidente do Sindicato fez questão de ressaltar que o GDF não pode criar dificuldades nas negociações, tentando colocar a instituição no mesmo rol das demais empresas do DF. “O BRB, ao contrário de outras empresas, nunca necessitou de aportes de recursos do Tesouro. Tem orçamento próprio e é doador de recursos para o GDF via dividendos. O BRB está, ainda, inserido no sistema financeiro, que tem uma convenção coletiva nacional”, destacou Araújo.

Proposta descabida

Surpreendentemente, ao final da reunião, o BRB apresentou, junto com o calendário de negociações, uma pauta de reivindicações supostamente para constar da pauta sindical. Os representantes dos trabalhadores protestaram. “O Sindicato considera essa atitude uma inversão absurda, pois a entidade representa os bancários, e a formatação da pauta, bem como a sua validação em assembleia, já ocorreu, no dia 12 passado. Assim, essa proposta do BRB, além de intempestiva, é descabida”, reclama o secretário-geral do Sindicato, Cristiano Severo. 

Já nesta terça-feira o Sindicato devolveu ao BRB  o documento apresentado, que o banco chama de positivo, mas que traz ataques aos direitos dos trabalhadores, como a proposta de redução da cobertura de medicamentos para doenças crônicas e a piora da política de horas extras. O Sindicato reitera: a entidade representa os bancários e não a direção do BRB.

Calendário

Com relação ao calendário, o banco agendou negociação para o dia 31 de agosto, mas o Sindicato cobra que seja realizada antes, uma vez que já estão em curso as rodadas com a Fenaban e os bancos públicos (BB, Caixa, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia). 

Também estiveram presentes à reunião os diretores do Sindicato Daniel Oliveira, Ronaldo Lustosa, Eustáquio Ribeiro e Raquel Lima, além do secretário de Bancos Públicos da Fetec-CUT/CN, André Nepomuceno. 

Fonte: Seeb Brasília

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

BRB - 04/09/2018
Bancários de Brasília aprovam propostas dos bancos
BRB - 30/08/2018
Negociação com o BRB segue em impasse
BRB - 09/08/2018
Longas discussões, sem avanços: Negociações com o BRB seguem travadas
BRB - 12/07/2018
Negociações específicas do BRB começam sem definições por parte do banco
BRB - 10/07/2018
Primeira rodada de negociação com o BRB é dia 11
Page 1 of 11 (55 items)Prev[1]23456791011Next