Justiça do Trabalho aguarda dados de ex-empregados do Bradesco para pagar part
sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018.
A+
A-

Justiça do Trabalho aguarda dados de ex-empregados do Bradesco para pagar participação dos lucros

11/09/2017


A Justiça do Trabalho em Mato Grosso está no aguardo dos nomes de ex-empregados do Banco Bradesco demitidos sem justa causa, ou que pediram demissão, entre os meses de  janeiro a agosto de 2011 e o mesmo período de 2012. Os trabalhadores nessa condição têm direito ao recebimento da Participação dos Lucros e Resultados (PLR) de forma proporcional.   

A decisão proferida pela 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT/MT) é de 2014, no entanto, a Justiça do Trabalho ainda aguarda o Sindicato dos Empregados em Estabelecimento Bancários e do Ramos Financeiro no Estado de Mato Grosso (Seeb/MT) encaminhar os nomes e os dados dos empregados que se encontram nessa situação para que os valores sejam calculados e liberados.  Os trabalhadores que se enquadram nesses critérios devem procurar o sindicato da categoria.

O pagamento é resultado de uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Sindicato dos Bancários que buscou anular uma regra de exclusão da Convenção Coletiva e, assim, obrigar o Bradesco a pagar a PLR de forma proporcional aos trabalhadores.

A entidade sindical argumentou que ao excluir alguns empregados do recebimento das verbas o banco feriu o princípio da isonomia, já que todos contribuíram para os lucros da empresa e devem, portanto, receber proporcionalmente ao tempo em que trabalharam.

A 9ª Vara do Trabalho de Cuiabá havia julgado improcedente o pedido, sob o fundamento de que a parcela é direito puramente econômico, que não integra o salário. Dessa maneira, a exclusão de parte da categoria não fere o princípio da isonomia.

Entretanto, a 2ªTurma do TRT reformou a sentença ao considerar que a cláusula que excluir os ex-empregados viola o princípio da isonomia, conforme entendimento pacificado do Tribunal Superior do Trabalho, declarando-a nula para reconhecer o direito ao empregados desligados da empresa nos sete primeiros meses de 2011 e mesmo período de 2012 a receberem o PLR.
PJe: 00011896820135230009

Fonte - http://portal.trt23.jus.br

LEIA TAMBÉM - URGENTE: Bancári@s do Bradesco com contratos rescindidos em 2011 e 2012 contactar o Sindicato

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Seeb em Ação - 22/02/2018
Em defesa da CASSI: Seeb/MT apoia Chapa 1 encabeçada por William Mendes
Seeb em Ação - 22/02/2018
Bancos privados querem operar "filé" do FGTS
Seeb em Ação - 20/02/2018
Seeb/MT intensifica reuniões nas agencias bancárias
Seeb em Ação - 19/02/2018
Bancários marcam presença no Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência em MT
Seeb em Ação - 16/02/2018
Presidente do Sinbama-MT é reeleito com 97,3% dos votos válidos
Page 1 of 203 (1012 items)Prev[1]234567201202203Next