DIA DO BASTA: Bancários reforçam a mobilização nacional
terça-feira, 21 de agosto de 2018.
A+
A-

DIA DO BASTA: Bancários reforçam a mobilização nacional

09/08/2018


Nesta sexta-feira, 10 de agosto, DIA DO BASTA, os bancários de Mato Grosso irão reforçar o dia nacional de mobilização  convocado pela  CUT e demais centrais sindicais (Força Sindical, CTB, UGT, Intersindical, NCST e CSP-Conlutas). A decisão foi aprovada,  por unanimidade, ontem (08.08), em assembleia da categoria.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (Seeb/MT), Clodoaldo Barbosa,  o Dia do Basta é um Dia Nacional de Luta de todas as categorias contra o desemprego e a retirada de direitos. Mas, também será para cobrar dos banqueiros respeito e dizer que não aceitaremos nenhuma retirada de direitos”, alerta o presidente.

Os bancários aprovaram o retardamento da abertura de algumas agências do Centro Financeiro de Cuiabá e de Várzea Grande, por uma hora, realizaram panfletagem e participarão do Ato Público, às 16h, na Praça Ipiranga. Além dos Bancários, os trabalhadores da educação e os trabalhadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) também reforçarão o Dia do Basta. 

Hoje, já temos 28 milhões de desempregados, resultado do golpe de Estado dado por esse governo ilegítimo, aliado com os interesses financeiros internacionais. Para o Presidente da CUT MT, João Luiz Dourado, no Dia 10 de agosto será fundamental para darmos um basta no desemprego, no aumento dos combustíveis, do gás e  cobrar também o fim das privatizações e a revogação da Emenda Constitucional 95, que congela os investimentos públicos por 20 anos”, frisa o presidente da CUT MT e direção do Seeb/MT. 

 “Vem para rua reivindicar defender  a revogação das medidas do governo ilegítimo de Michel Temer, cobra a retomada do crescimento, a geração de empregos de qualidade, a proteção do trabalho, a anulação da reforma trabalhista e o fortalecimento da democracia”, reforça a convocação.

Os protestos devem focar também na defesa da proposta da CUT para a saída da crise em que o país se encontra: liberdade e direito de Lula concorrer às eleições como candidato à Presidência, com o compromisso de revogar as medidas nefastas do governo golpista e convocar Assembleia Constituinte para fazer as reformas necessárias ao fortalecimento da democracia, à retomada do crescimento, à geração de emprego de qualidade e à promoção de um novo ciclo de desenvolvimento sustentável.

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

MOBILIZAÇÃO SINDICAL - 10/08/2018
Dia do Basta: Trabalhadores unidos contra o desemprego, as altas dos combustíveis e a retirada de direitos
MOBILIZAÇÃO SINDICAL - 09/08/2018
DIA DO BASTA: Bancários reforçam a mobilização nacional