Proposta do BB para Cassi: Seeb/MT orienta voto NÃO
quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019.
A+
A-

Proposta do BB para Cassi: Seeb/MT orienta voto NÃO

21/09/2018


O Conselho Deliberativo da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) aprovou em 01 de agosto uma proposta de estatuto apresentada pela governança da Cassi, que retira direitos dos associados e promove alterações que desfiguram completamente a Caixa de Assistência.

Agora, os associados da Cassi, aposentados e da ativa, irão deliberar sobre proposta de reforma estatutária apresentada pelo banco a partir do dia 24 de setembro. A votação, que se encerra em 5 de outubro, será realizada em três canais: no App Cassi, disponível gratuitamente para download em celulares smartphones; no site da CASSI; e nos terminais de autoatendimento. Funcionários da ativa também podem participar pelo SisBB.

O Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (Seeb/MT), junto às demais entidades representativas dos trabalhadores do BB, orienta o corpo social da Cassi a rejeitar a proposta do banco, votando NÃO.  Poderão votar os associados da Cassi que, em 30 de junho de 2018, estavam em situação regular junto à Caixa de Assistência, de acordo com o Estatuto Social.

O interesse do banco com essa proposta é aumentar o controle sobre a Cassi, reduzir suas contribuições como patrocinador, excluir futuros funcionários e retirar o custeio para futuros aposentados.  “É preciso participar dessa votação e garantir a manutenção de direitos e a cobertura para funcionários da ativa, aposentados e dependentes. Por isso é que Orientamos o voto NÃO”, enfatiza  o secretario geral do Seeb/MT e bancário do Banco do Brasil,  Alex Rodrigues.

“A proposta do banco onera todos os associados, principalmente os aposentados, quebrando do princípio da solidariedade, que garante o atendimento para todo”, acrescenta o secretário de assuntos jurídicos do Sindicato e funcionário do BB, Marcílio Lima,  e que representa o Seeb/MT no Conselho Estadual de Usuários da Cassi, ressaltando que “Dizendo NÃO a essa proposta, forçaremos o BB a abrir as negociações, possibilitando uma solução que não represente perdas!”

VEJA O QUE O BANCO QUER MUDAR NO ESTATUTO:
? Implantar o voto de minerva na diretoria, a favor do banco;
? Anuência prévia do banco para fazer consulta aos associados;
? Criar outro plano de saúde para inscrever os futuros concursados;
? Criar plano de saúde sem custeio do BB para os aposentados;
? Reduzir a idade dos dependentes de 24 para 21 anos;
? Alterar a atribuição das diretorias para restringir o atendimento aos associados;
? Cobrar por dependente, sem custeio do BB para dependentes de aposentados;
? Cobrar por dependente sem observar percentual sobre salário, favorecendo quem ganha; mais  e penalizando que ganha menos. 

SEEB/MT, com a Rede de informações dos Bancários
 
Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Banco do Brasil - 15/02/2019
Bancários do BB promovem Dia de Luta Nacional contra descomissionamento
Banco do Brasil - 07/02/2019
Reunião debate novo modelo de atendimento e suspensão da CCV no Banco do Brasil
Banco do Brasil - 05/02/2019
Débora Fonseca vence com folga segundo turno da eleição do Caref
Banco do Brasil - 30/01/2019
Acordos de CCV do BB estão suspensos temporariamente
Banco do Brasil - 25/01/2019
Contraf-CUT assina Marco Global entre o Banco do Brasil e a UNI Global Union
Page 1 of 50 (250 items)Prev[1]234567484950Next