Conferência Regional orienta bancários do Centro-Norte a aderirem à greve gera
sábado, 21 de setembro de 2019.
A+
A-

Conferência Regional orienta bancários do Centro-Norte a aderirem à greve geral

10/06/2019

Guina Ferreira/Fetec-CUT/CN

A 12ª Conferência Regional dos Bancários do Centro-Norte, realizada pela Fetec-CUT/CN em Brasília, aprovou na plenária final, desta sexta-feira (07), orientar os sindicatos filiados a realizarem assembleias em todas as bases para aprovar a participação da categoria na greve geral do dia 14 contra a reforma da previdência, em defesa dos bancos públicos e da educação e contra a política do governo Bolsonaro de destruição dos programas sociais e de entrega da soberania e das riquezas nacional. 

O Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (Seeb/MT) foi representado por Leonice Souza, Italina Facchini, Marcilio Lima, Arilson Silvaa, Ayr José Cícero de Sá e José Guerra .

Os delegados presentes à Conferência, que começou na quarta-feira 5, aprovaram ainda intensificar a campanha em defesa dos bancos públicos na região Centro-Norte, criando comitês nos Estados e municípios, fazendo reuniões com governadores e prefeitos e realizando audiências públicas nas assembleias legislativas e câmaras municipais, para mostrar a importância das instituições financeiras federais e estaduais no desenvolvimento econômico e social de toda a região.

Confira aqui como foi essa discussão durante a Conferência.

A plenária também aprovou a criação de um Coletivo de Comunicação da Fetec-CUT para aprofundar a discussão sobre a necessidade de atualizar e ampliar a comunicação sindical, inclusive pelas redes sociais, tanto com a categoria bancária como com a sociedade. Da mesma forma, a Conferência orientou a Fetec-CUT e os sindicatos filiados a ampliarem o debate sobre as novas tecnologias e seu impacto no sistema financeiro e no trabalho bancário, com o objetivo de compreender melhor o que está acontecendo e assim criar mecanismos de defesa do emprego e dos direitos da categoria. Veja Fetec-CUT mais informações sobre esse tema abaixo.

Veja aqui a nossa galeria de imagens

Por fim, a 12ª Conferência orientou todos os sindicatos a realizarem conferências ou assembleias para ampliar o debate desses temas com os bancários na base. Tanto essas propostas da Conferência Regional como as eventuais sugestões que surgirem das assembleias de base serão levadas pela Fetec-CUT/CN à Conferência Nacional dos Bancários, que será realizada de 2 a 4 de agosto, em São Paulo.

“Fizemos uma discussão muito rica e tomamos decisões importantes nessa 12ª Conferência, realizada num momento em que os bancários e toda a classe trabalhadora enfrentam uma grave conjuntura, com um governo extremamente reacionário implementando uma política de destruição do país, que inclui a reforma da previdência, corte de direitos, extinção de programas sociais, privatizações e entrega das riquezas nacionais ao capital internacional. Vamos reagir a isso, fazendo uma grande geral no dia 14 em defesa da aposentadoria, dos nossos direitos, dos bancos públicos, da democracia e da soberania nacional”, afirma Cleiton dos Santos, presidente da Fetec-CUT/CN.

“Assumimos um compromisso especial na defesa dos bancos públicos, uma vez que nossa região é sede de três grandes bancos públicos federais – Banco do Brasil, Caixa e Banco da Amazônia – e dois estaduais, BRB e Banpará, que são fundamentais para o desenvolvimento econômico e região da Amazônia e do Centro-Norte. Temos que mostrar à população e às autoridades da nossa região que o fim desses bancos produzirá um profundo impacto negativo que ameaçará nosso futuro, uma vez que os bancos privados não fazem nenhum investimento no Centro-Norte”, acrescenta Cleiton.

Mudanças tecnológicas e o trabalho bancário

“A tecnologia já substitui a inteligência humana, embora ainda não tenha conseguido adquirir consciência. A inteligência artificial e o blockchain, por exemplo, podem acabar com os bancos como atuam hoje, destruindo o emprego bancário”, imagina o professor Moisés, ao informar que já existem 404 fintechs operando no Brasil.“Vivemos uma revolução tecnológica sem precedentes, que vai alterar profundamente o sistema financeiro e o trabalho bancário. Precisamos entender esse novo mundo e discutir muito para encontrar soluções que impeçam a perda de empregos e ao mesmo tempo fortaleçam os sindicatos como entidades de representação desses novos trabalhadores.” O desafio foi apresentado nesta sexta-feira 7 pelo professor Moisés da Silva Marques (na foto, junto com o secretário-geral da Fetec Ayr José), diretor acadêmico da Faculdade 28 de Agosto, do Sindicato dos Bancários de São Paulo, durante apresentação na mesa sobre Mudanças Tecnológicas e o Trabalho Bancário, no último dia da 12ª Conferência Regional dos Bancários do Centro-Norte, realizado desde a quarta-feira 5 em Brasília.

Segundo ele, o movimento sindical precisa conhecer essa revolução tecnológica e se reinventar para entender e dialogar principalmente com os jovens das gerações que já nascem dominando as novas tecnologias. “Não é possível dialogar com ele com uma linguagem de 30 anos atrás”, afirma Moisés, para quem essa adaptação precisa ser feita tanto em relação ao conteúdo do diálogo como no manejo das novas ferramentas de comunicação.

“Precisamos nos sindicatos entender esse momento e buscar as pessoas onde elas estão. Em contraposição à extrema individualização trazida pelo ideário neoliberal, o desafio é descobrir formas de convivência entre as pessoas, juntá-las e acolhê-las. Temos que buscar alternativas, o mundo não é fatalista. As ferramentas vão surgir durante o processo”, disse ainda o diretor da Faculdade 28 de Agosto, concluiu, parodiando Guimarães Rosa: “O pior de tudo é olharmos a noite como o fim do dia. Ela pode ser o começo de um novo dia”.


Fonte: Com informações da Fetec-CUT/CN

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Seeb em Ação - 20/09/2019
SEEB/MT amplia parceria jurídica e oferece serviços especializados em direito previdenciário
Seeb em Ação - 17/09/2019
Material apresenta a realidade das mulheres no trabalho e na sociedade
Seeb em Ação - 13/09/2019
Novos Delegados Sindicais da Caixa tomam posse
Seeb em Ação - 11/09/2019
Justiça mantém incorporação de gratificação de função na Caixa
Seeb em Ação - 11/09/2019
Cinco maiores bancos do país lucram mais de 50 bi juntos, no 1º semestre de 2019
Page 1 of 245 (1225 items)Prev[1]234567243244245Next