Bancários terão reajuste de 4,31%
sábado, 21 de setembro de 2019.
A+
A-

Bancários terão reajuste de 4,31%

06/09/2019


INPC/IBGE acumulado entre setembro de 2018 e agosto de 2019 ficou em 3,28%; organização e unidade garante 1% de aumento real para a categoria

Aumento Real
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (6) o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de agosto, que regula o reajuste da categoria bancária.

Em agosto, o índice ficou em 0,12%. O acumulado em 12 meses ficou em 3,28%. Com isso, já contando o aumento real de 1%, definido na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), os bancários terão reajuste de 4,31% nos salários, PLR e todas as demais verbas definidas pela convenção da categoria.

“A conjuntura não está favorável à classe trabalhadora. Todos os dias vemos notícias de corte nos nossos direitos. Graças à nossa unidade nacional, somos uma das poucas categorias que terá aumento real neste ano”, observou a presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira. “No setor público, os bancários serão os únicos que terão aumento acima da inflação”, completou.

A presidenta da Contraf-CUT ressaltou ainda importância da unidade da categoria para a manutenção dos direitos. “Nossa organização e articulação nos garantiu a possibilidade de fazermos um acordo para manter nossos direitos até 2020. Mas, temos que continuar unidos para defendê-los”, disse.

Novos valores
Com o reajuste, os novos pisos de caixa e tesoureiro após a experiência sobem para R$ 3.244,55. O valor do vale-refeição passa a ser R$ 36,69/dia e o vale-alimentação de R$ 636,18/mês.

Confira na tabela abaixo os novos valores previstos nas cláusulas econômicas da CCT da categoria.

 


Impacto econômico da campanha
Em 2018, o reajuste de 5% nos salários da categoria bancária representou um acréscimo anual de cerca de R$ 2,5 bilhões na economia. Só de PLR, a injeção na economia foi de cerca de R$ 7,036 bilhões em 12 meses. Os auxílios alimentação e refeição da categoria bancária terá um impacto adicional de R$ 384 milhões no ano. Somando o reajuste nos salários, vales e a PLR total, o impacto da campanha salarial dos bancários 2018 foi de cerca de R$ 9,922 bilhões.

Fonte - CONTRAF

 
Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Seeb em Ação - 20/09/2019
SEEB/MT amplia parceria jurídica e oferece serviços especializados em direito previdenciário
Seeb em Ação - 17/09/2019
Material apresenta a realidade das mulheres no trabalho e na sociedade
Seeb em Ação - 13/09/2019
Novos Delegados Sindicais da Caixa tomam posse
Seeb em Ação - 11/09/2019
Justiça mantém incorporação de gratificação de função na Caixa
Seeb em Ação - 11/09/2019
Cinco maiores bancos do país lucram mais de 50 bi juntos, no 1º semestre de 2019
Page 1 of 245 (1225 items)Prev[1]234567243244245Next