Itaú lucra 6,4 bi no 1º trimestre de 2021
quinta-feira, 17 de junho de 2021.
A+
A-

Itaú lucra 6,4 bi no 1º trimestre de 2021

05/05/2021


O resultado representa alta de 63,5% em relação ao mesmo período de 2020 e de 18,7% no trimestre

O Itaú obteve um Lucro Líquido Recorrente Gerencial, que exclui efeitos extraordinários no lucro, de R$ 6,4 bilhões, no 1º trimestre de 2021. O resultado representa alta de 63,5% em relação ao mesmo período de 2020 e de 18,7% no trimestre. Esses números dão ao banco uma rentabilidade (retorno recorrente consolidado sobre o Patrimônio Líquido médio anualizado do banco – ROE) de 18,7%, alta de 4,7 pontos percentuais em doze meses.

“É impressionante como mesmo numa das maiores crises que o Brasil atravessa, os bancos continuam lucrando tanto. Mostra a falta de compromisso do sistema financeiro com o país. Mais do que isso, mostra que precisamos urgentemente de leis para por um freio na ganância dos bancos”, afirmou Jair Alves, coordenador da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú, ao apontar que foram fechadas 115 agências do Itaú no Brasil, em doze meses.

De acordo com o secretário de formação político-sindical, socioeconômica e de pesquisa do SEEB/MT e funcionário do Itaú, Natércio Brito, "a pandemia de Covid-19 está causando um verdadeiro estrago na vida de muita gente. Muitas pequenas e médias empresas demitem funcionários por conta das dificuldades financeiras, mas o setor bancário passa ileso pela crise. Seguem com lucratividade e demitindo a rodo, agravando ainda mais a crise econômica do país, e sem nenhuma responsabilidade social". 

"O mais grave, ainda, é o fato de que o Itaú e demais instituições financeiras firmaram um acordo com categoria bancária de não promoverem demissões durante a pandemia e estão descumprindo de forma desumana", completa Natércio Brito. 

Exploração dos funcionários e do país
Neste mesmo período, a receita do banco com prestação de serviços e tarifas bancárias chegou a R$ 10 bilhões, valor 59,8% maior do que as despesas que o banco teve nos 12 meses com seus funcionários (R$ 6,2 bilhões), que trabalharam para que o banco obtivesse a receita de R$ 10 bi.

Ao final de março de 2021, a holding contava com 84.415 empregados no país, com abertura de 2.308 postos de trabalho em doze meses e 496, no trimestre. Esse saldo se deve a contratações para a área de TI e à incorporação, a partir do segundo trimestre de 2020, dos empregados da ZUP (empresa de tecnologia adquirida em outubro de 2019).

“Quem olha apenas os números pensa que o Itaú está contratando funcionários. Mas, a verdade é outra. O saldo positivo no quadro de funcionários se deu por causa da incorporação dos funcionários da ZUP. Inclusive, há menos de um mês nos reunimos com o banco para solicitar a suspensão das demissões”, explica o coordenador nacional da COE do Itaú.

Fonte - Com informações da Contraf-CUT

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Itaú - 19/05/2021
Candidatos da Chapa 1 - Fundação para todos, o futuro é nosso vencem a eleição da Fundação Itaú
Itaú - 19/05/2021
Após cobrança da Contraf-CUT, Itaú esclarece dúvidas sobre o GERA
Itaú - 19/05/2021
Fenae e Contraf-CUT entram com embargos declaratórios na Ação Civil Pública do concurso de 2014
Itaú - 17/05/2021
Bancários do Itaú aprovam Acordo Coletivo de Trabalho
ITAÚ - 13/05/2021
ITAÚ: Hoje tem Assembleia para votar proposta de acordo
Page 1 of 40 (196 items)Prev[1]234567383940Next