Caixa suspende cobrança do consignado de empregados
sábado, 13 de julho de 2024.
A+
A-

Caixa suspende cobrança do consignado de empregados

11/06/2024


Banco atende reivindicações da representação dos trabalhadores, que cobra outras ações em auxílio às bancárias e bancários atingidos pelas enchentes do Rio Grande do Sul

A Caixa Econômica Federal divulgou um comunicado interno aos seus empregados do Rio Grande do Sul anunciando a possibilidade de suspensão, por quatro meses, da cobrança daqueles que têm parcelas de empréstimo consignado a pagar. Para quem optar pela suspensão das parcelas, os contratos terão extensão automática do prazo de pagamento, sem a incidência de juros ou multa.


“Essas quatro parcelas vão lá para o final do contrato, mas não se incorporam ao saldo devedor, porque, caso contrário, haveria incidência de juros. Além da pausa, também há a previsão de carência de seis meses para as novas contratações”, explicou a representante da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro do Rio Grande do Sul (Fetrafi-RS) na Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa, Sabrina Muniz.


Com esta medida, o banco atende a reivindicação das empregadas e empregados, repassada à Caixa pela representação sindical dos trabalhadores. “A pausa nos pagamentos é o mínimo que os empregados e empregadas necessitam para priorizar suas despesas em reconstrução, reparos e auxílios a familiares que também sofreram danos nesta tragédia anunciada”, ressaltou o diretor financeiro do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e secretário de Relações do Trabalho da CUT-RS, Tiago Vasconcellos Pedroso, ao informar que, há um mês, no dia 10 de maio, a Fetrafi-RS enviou um ofício à Caixa com esta e outras solicitações.


“Desde o início a gente fez muita pressão, mandamos ofício para o banco e, em todas as nossas reuniões com a superintendência da Caixa aqui no Rio Grande do Sul e com os representantes da matriz, estávamos pedindo que houvesse esta pausa”, disse Sabrina Muniz.


“A pausa na cobrança dos consignados já havia sido concedida aos funcionários da prefeitura de Porto Alegre, e somente ontem, um mês após nossa solicitação formal, o banco emitiu esse comunicado. Mas antes tarde do que nunca”, reforçou outro dirigente do SindBancários de Porto Alegre, Jailson Prodes.


Quem tem direito

A possibilidade de prorrogação das parcelas do crédito consignado estará à disposição das empregadas e empregados da Caixa residentes nas cidades afetadas pela calamidade que atingiram o estado do Rio Grande do Sul.


Para solicitar a suspensão das parcelas do empréstimo, as interessadas e interessados devem acessar o endereço: http://inovacao.operacoes.caixa/apps/atende/#/login, seguir o passo a passo: Novo Atende> Negócios > Manutenção de Operações Bancárias> Prorrogação por Calamidade Pública no Rio Grande do Sul, ou filtrando as categorias, digitar calamidade e na sequência digitar "calamidade"''.


“A Caixa informou que as solicitações realizadas até o dia 14, já serão consideradas na folha de pagamentos de junho”, disse Sabrina.


Outras solicitações


A representação das empregadas e empregados da Caixa segue cobrando do banco outras medidas para auxiliar as trabalhadoras e trabalhadores afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul.


“Inclusive, no 39º Conecef, aprovamos um conjunto de medidas específicas pra situações de calamidade, para gente poder negociar com a Caixa e termos uma garantia de atuação nestas situações tão tristes, difíceis e desafiadoras”, lembrou a dirigente da Fetrafi-RS.
 

 

Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

CAIXA - 03/07/2024
Começaram as negociações com a Caixa
CAIXA - 02/07/2024
Reestruturação: Empregados cobram e Caixa reafirma garantia de direitos
CAIXA - 26/06/2024
Sobrecarga e investimento em TI farão parte das negociações com a Caixa
CAIXA - 26/06/2024
Caixa apresenta proposta de reestruturação da rede
CAIXA - 24/06/2024
Contraf-CUT questiona e Caixa vai debater proposta de reestruturação
Page 1 of 131 (653 items)Prev[1]234567129130131Next