Seeb/MT intensifica Campanha "Vermelho de Raiva" em defesa da Caixa 100% públ
sexta-feira, 19 de outubro de 2018.
A+
A-

Seeb/MT intensifica Campanha "Vermelho de Raiva" em defesa da Caixa 100% pública

26/10/2017


A ameaça de privatização da Caixa está mais forte, uma vez que a cada dia fica escancarado o projeto do governo Temer de fatiar e entregar setores dos bancos públicos à iniciativa privada.  

Para intensificar a luta contra a privatização da Caixa, o Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (Seeb/MT) realizou  Ato e Panfletagem para alertar e convidar  a população  para se engajar  na campanha “VERMELHO DE RAIVA”, em  defesa do emprego, e também na defesa das empresas públicas,  fundamentais à economia brasileira, pois é um importante instrumento de política e de promoção do desenvolvimento econômico e social. 

A atividade foi realizada nesta quarta-feira (24.10), em frente a Caixa, Agência Pantaneira, localizada na Avenida Felinto Muller, em Várzea Grande. 

O diretor regional do Médio Norte e também funcionário da Caixa, Luiz Edwges, destacou que a mídia e as ações do governo tem colocado no imaginário dos clientes e da população que o melhor é privatizar uma vez que enfrentam dificuldades no atendimento. “As longas filas, demora no atendimento e até a falta de dinheiro nos caixas eletrônicos tem gerado insatisfação e reclamações dos usuários da Caixa, que, muitas vezes, tem culpado os funcionários, chegando a dizer que é melhor privatizar, já que o atendimento é cada vez mais precário. Porém, essa é a política que está por trás de medidas como a não convocação dos aprovados pelo concurso público e os programas de descomissionamentos e Programa de Desligamento Voluntário Extraordinário (PDVE) que tem reduzido o número de funcionário para o atendimento nas agências, porém o número de demandas tem aumento em uma relação inversa a número de empregados”, explica. 

“Não podemos esquecer que a Caixa e os Bancos Públicos são responsáveis pala realização de muitos sonhos nossos: Como a Casa Própria, a faculdade de medicina dos nossos filhos e muitos outros benefícios sociais como a rua asfaltada, a praçinha no bairro, além de crédito para financiar as pequenas e médias empresas, sempre tem um banco público ou uma empresa pública por trás da realização desses sonhos”, acrescentou. 

O protesto também é contra uma série de medidas da direção do banco como essa reestruturação absurda, que na verdade não passa de um desmonte que pretende acabar com a Caixa 100% pública e entregar um patrimônio do povo brasileiro, fundamental para o desenvolvimento do país, ao sistema financeiro privado, acrescenta o secretário de finanças do Seeb/MT e empregado da Caixa, John Gordon Ramsay.

O presidente do Seeb/MT, Clodoaldo Barbosa, afirmou que no momento, para o Sindicato,  a luta em defesa da Caixa 100% pública e das demais instituições financeiras públicas, como Banco do Brasil e BNDES é fundamental para garantir que o Brasil saia dessa crise econômica. 

“Estamos sob a ameaça de privatização da Caixa e demais bancos públicos, conclamamos a população para intensificar a luta e pressionando parlamentares a se comprometer com a defesa dos bancos públicos e as empresas públicas, pois são patrimônio brasileiro e foram feitos com recurso público e se é públicos é de todos é do povo", disse, ressaltando que essa luta não é só dos bancários e de toda a população. 

 
Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

CAIXA - 17/10/2018
Fenae lança campanha contra privatização da Caixa
CAIXA - 21/09/2018
Caixa: mudança no estatuto é golpe!
CAIXA - 05/09/2018
Caixa paga PLR nesta quinta-feira
CAIXA - 27/08/2018
Proposta mantém Saúde Caixa e PLR Social
CAIXA - 22/08/2018
Mesa com a Caixa continua dia 23
Page 1 of 54 (266 items)Prev[1]234567525354Next